Estudantes de Psicologia e Arquitetura e Urbanismo da Facimed visitam Aldeia

Eles puderam observar um contexto sociocultural diversificado de uma população que busca crescer e se posicionar na sociedade através da educação

Um grupo de acadêmicos e professores dos cursos de Psicologia e Arquitetura e Urbanismo da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed) se deslocou até a Aldeia La Petanha, localizada na linha 11 de Cacoal, para fazer uma visita técnica com o objetivo de criar uma reflexão entre teoria e prática. Os estudantes puderam observar um contexto sociocultural diversificado de uma população que busca crescer e se posicionar na sociedade através da educação.

O tema de saúde mental indígena, por sua própria complexidade, indica a necessidade dessa reflexão interdisciplinar, que não se pode limitar exclusivamente à dimensão individual ou cultural, e sim tratar de ambas, na medida em que se mostram complementares e indissociáveis. Para a professora do curso de Psicologia, Michele Romão, responsável pela disciplina de Psicologia das Populações Indígenas, acrescentar esta discussão com os acadêmicos é relevante, pois ressalta a necessidade de pensar os ajustes na formação profissional, principalmente na Psicologia. “É de suma importância para o desenvolvimento acadêmico e formação profissional não apenas obter o conhecimento teórico, mas ter a possibilidade de conhecer a realidade e analisar o campo de atuação profissional e seus desafios”, completou.

Os acadêmicos de arquitetura e urbanismo também debateram com o cacique Almir Surui, sobre a construção sustentável e consciente nos dias atuais e a contribuição da Cultura Indígena na arquitetura. As professoras Michele Romão e Luiza Reithler docente do curso de Arquitetura e Urbanismo juntamente com a Coordenadora do Curso de Psicologia Leila Gracieli  acompanharam os acadêmicos na visita.