Liga de Medicina e Família e Comunidade tem 7 trabalhos aprovados em Congressos pelo País

Liga de Medicina e Família e Comunidade tem 7 trabalhos aprovados em Congressos pelo País

A Liga Acadêmica visa à construção de um saber teórico/prático voltado para uma formação humanística em saúde, interligada com a comunidade

A Liga de Medicina e Família e Comunidade da UniFacimed, tem muito o que comemorar, só este ano foram 7 trabalhos aprovados em Congressos em diversas partes do Brasil. Apesar da pandemia, os membros da liga, Arthur Valentim, Isabely Sanches, Mariana Kely Diniz, Maiky de Oliveira e Rhélrison Bragança, puderam inscrever os trabalhos e participar de forma online.

No II Encontro de Saúde Coletiva da CEPESCO UNIR, os artigos aceitos foram:  Alcoolismo durante o isolamento social na pandemia de Covid-19: Uma perspectiva em saúde coletiva e o artigo Violência contra mulheres em tempos de pandemia: Perspectivas de causalidade.

No 8º Congresso de Medicina de Família e Comunidade, os trabalhos aceitos foram: Ciclo de vida familiar orientado à promoção e prevenção da Saúde; Avaliação da demanda de pacientes psiquiátricos em uma unidade de atenção básica; O papel da atenção básica frente ao processo de luto pós COVID-19.

No Congresso Internacional de Saúde e Meio Ambiente (CINASAMA) foi o trabalho: Ferramentas de abordagem familiar na atenção primária a saúde: um guia teórico-prático à visita domiciliar e no Congresso Interdisciplinar de Direitos e Fundamentais com o tema: Violência contra mulher indígena no Brasil: Perspectivas em saúde coletiva e justiça.

“Nosso intuito primordial é promover a importância da medicina de família e comunidade para os acadêmicos e para a sociedade em si, além de incentivar nossos futuros ligantes a serem apaixonados pela pesquisa”, destacou a presidente da Liga de Medicina de Família e comunidade da UniFacimed, Isabely Sanches.