Professor do UNIFACIMED dá dicas de como economizar na conta de energia

Professor do UNIFACIMED dá dicas de como economizar na conta de energia

Medidas simples podem fazer a diferença no consumo de energia da sua casa

Não é nada agradável ser surpreendido com uma conta de energia cara. As altas taxas com eletricidade afetam diretamente o orçamento familiar, ainda mais agora, depois da confirmação da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) de que a conta de luz está ainda mais cara no mês maio, chegando à bandeira vermelha. De acordo com a Agência, o mês dá início ao período da seca, o que, consequentemente, deixa os reservatórios das hidrelétricas mais baixos.

Mas antes que essa surpresa nada agradável aconteça, é possível minimizar os gastos de energia elétrica em casa, por meio de medidas simples, que fazem toda a diferença nos cifrões do seu talão de energia no fim do mês, além, é claro, de contribuir com a sustentabilidade. De acordo com o professor do curso de Engenharia Elétrica do UNIFACIMED, Paulo Henrique Gomes Carneiro, uma dica é a substituição de lâmpadas incandescente e fluorescente por lâmpadas de tecnologia LED, já que elas são mais eficientes e possuem uma maior durabilidade. “Outro ponto importante é o uso consciente de equipamentos resistivos, como chuveiro e ferro de passar. Os usos do chuveiro na posição verão auxilia gera uma economia de energia elétrica de até 30%”, destacou.

A utilização de alguns equipamentos de maneira incorreta também pode acarretar em um consumo maior de energia elétrica. Um bom exemplo são os refrigeradores. De acordo com Paulo, é ideal diminuir a troca de calor na geladeira, evitando a abertura constante e principalmente colocar alimentos que estejam em alta temperatura.  Outro eletrodoméstico que pode ser um vilão para o aumento da conta de energia é o ar-condicionado. Porém, a utilização consciente pode diminuir o consumo “Devemos manter portas e janelas fechadas para evitar a troca de calor, impedir que o sol bata no ambiente a ser refrigerado e manter o ar-condicionado sempre limpo”, afirmou.

Um outro cuidado que se deve ter é em relação as instalações elétricas antigas, que podem conter fios finos que aquecem com a passagem da corrente elétrica, perdendo assim energia em forma de calor. Emendas mal feitas também podem ser um ponto de perda de energia elétrica. Por esses motivos, segundo o Engenheiro Eletricista, é importante a manutenção das instalações e até mesmo a troca de fiação antiga. A hora da compra de eletrodomésticos, também é um momento que devemos ficar atentos, uma melhor escolha é optar por equipamentos Classe “A” (mais eficientes) na tabela PROCEL - aquela etiqueta que acompanha o produto e indica a sua avaliação energética.  

Ainda de acordo com Paulo, existem investimentos que podem ajudar e muito na economia de energia elétrica, como por exemplo, a instalação de um sistema de aquecimento solar de água, que dispensa o uso do chuveiro elétrico. Outra ótima opção é a instalação de um sistema de geração fotovoltaica, no qual se pode gerar a própria energia de forma limpa e sustentável e ainda economizar mais de 90% do valor da fatura.